terça-feira, 10 de novembro de 2009

Meus [falidos]planos matrimoniais

Há um tempo atrás, eu sonhava em casar. Quando eu era criança, tinha muito fixo na minha cabeça que eu merecia um casamento de princesa. Com tudo que tivesse direito. E meus pés eram totalmente fora do chão. Minha mãe sempre falava que eu sonhava muito alto. Mas não sei explicar. Se eu estaria entregando minha vida, meu corpo e minha alma a uma pessoa, que eu acreditaria ser aquela destinada pra passar todos os dias da minha vida, até que a morte nos separasse, tinha que ser marcante.

Queria somente um casal de cada lado como padrinhos. Depois comecei a ver muitos casais nas festas. Mas eu, aturo a maior parte das pessoas que convivo por causa da minha mãe. Então acho que um único casal bastava. E damas claro. Pra jogar pétalas pra eu passar, pra segurar minha calda, pra levar minhas alianças. Marcha nupcial com certeza. Até tenho cd com algumas. Eu ouvia pra me inspirar. E a igreja eu já tinha a certa. Igreja da Candelária. Acho linda. E a mãe dizia: “Mas é muito longe. É caro. É grande demais. A gente mora muito longe do Centro da Cidade. Não somos católicos, mas como você diz que é, casa lá então. E arruma um homem rico pra bancar. E pára de sonhar alto demais.

O local da festa era sempre uma incógnita. Até na Ilha fiscal eu pensei. Doidona eu. No dia que falei isso, o povo de casa riu demais da minha cara. Engraçado que esse foi um plano que eu nunca consegui concluir. Até hoje, se planejasse, não saberia onde seria a festa.

Noite de núpcias, só em vinha a cabeça suíte presidencial do Copacabana Palace. Um dia entrei no site do hotel e vi o pacote pra noivos. Uma noite mais de mil reais. Dane-se! Era meu sonho. Muito sonho mesmo. E eu achava que merecia.

Lua de mel??? NY? Paris? NÃO! Desde pequena é Hawaí. Nenhum outro lugar me importa. Na minha cabeça, a minha teria que ser lá. Por que? Não sei. Mas tinha que ser lá.

Sonhava com uma aliança bem grossa, um vestido com uma calda gigante, uma festa bem animada. E o cara perfeito do meu lado. Eu tinha selecionado das músicas que tocariam na cerimônia. Quanta música romântica eu escutei. Acho que eu poderia trabalhar com isso. Fazendo trilha sonora de casamentos no religioso. Quem quiser, estou as ordens.

Eu sonhava e planejava tudo com tando afinco, que eu acreditava de verdade que poderia ter o casamento dos meus sonhos. Podiam falar que eu era doida, que não tinha pés no chão. Mas pra mim nada era impossível. O que mais me irritava, era quando alguém falava pra eu fazer em tal lugar que foi o casamento de fulano, ou me contentar com o que eu pudesse [$$$$] fazer. Mas não. Pra mim tinha que ser do jeito que sonhei. Que de alguma forma ia acontecer.

Mas as coisas mudam. Casar é algo que não está mais nos meus planos. Não acredito em amor. Se os outros acreditam, ok! Creio que são felizes assim. Mas pra mim não rola mais. Vou nas festas dos outros, acho fofo. Mas eu… Solteira pra sempre. E dá vontade de matar, quem me fala que não é bem assim, que tudo tem seu tempo. Quem espera esse tempo, perde tempo. E nada muda meu pensamento.

E acho uma gracinha blogs especializados em casamentos. Depois de ler um, resolvi contar a vocês do meu sonho falido. Sonho do qual acordei e vi que a realidade é totalmente diferente.

                                                                                                                                                                                

 

 

9 comentários:

Dani Garlet disse...

Que história bem linda amiga!
Ainn (meus suspiros) eu ainda acredito no amor, na festa de casamento, mas a minha será em um bar beeeem badalado de musica house, na praia, ca-la-ro! rs
Já min ha irmã diz que o amor "é coisa da igreja católica" kkkkkkkkkkkkkkk morro de rir quando ela fala isso , aí ela diz: " e mesmo assim eu sou feliz"!
Então temos de respeitar todas as opiniões né?!?!

Beijoss!!!
Beijos!!!

Bia disse...

Lindos planos de matrimonio!!!Mas não pense que só você foi doidona em pensar na Ilha Fiscal eu já pensei e ainda sonho com ela!!!rsrrss
Ao contrário de vc eu nunca tive esses elaborados planos de matrimônio, mas depois que casei fiquei com muita vontade de fazer uma "put..." festa, nem que eu tenha que casar de novo com o mesmo marido!!!KKKkkkkkkk
Bjux

Paula Cavalcante disse...

rsr muito legal o post...

Os filhotes foram o melhor de tdo rs...bjs, lindona!!!

Cássia disse...

DANI
Adorei a opinião da sua irmã hahahaha

BIA
Que bom que não fui a única a sonhar com a Ilha. Mas não sonho mais com casamento.

PAULA
Obrigada flor.

Ana Carla disse...

Cassinha
Amei o layout novo, ficou fofo!!!

Sua história é otima, acredita que eu nunca tive sonhos de casamento? E não casei, juntei, então... E amo festas de casamentos, blogs e sites, e como a minha praia é interiores adoro observar tudo nessas grandes produções.
bjos

Jaqueline soare disse...

Se vc sonha alto hahah imagina eu então eu decolo kkk. Sonho casar dentro de um Vera Wong (ohhhhh) fora a lua e de mel blablabla e com os pés na bunda q eu levo tbm engaveto meus sonhos, porém por mais utópico e clichê q seja sonhar com essas coisas é o q me faz viver... Mesmo q não case assim como nos meus sonhos, ou q eu não case, tenho em mente q sonhar é viver e se não sonho alto não tenho como viver "nas alturas" por cima dos meus problemas e das pessoas de mundo pequeno...Isso e outros sonhos q me move tdos os dias pra levantar da cama e a cada momento fazer algo diferente e ir atrás deles senão pra q viver?? Bjos, desculpa pelo desabafo e se vc engavetou o sonho do matrimônio crie novos sonhos ;)

Ma Nascimento disse...

Oiii linda!

Comigo foi ao contrário!
Desde pequena sempre tive horror a casamento, achava uma cafonice e sempre dizia que ia ficar solteira pq parecia ser mais legal huahuaha

Depois que me apaixonei, e que entrei numa fase em que as amigas começaram a casar, to achando tudo lindo e começando a sonhar com isso!

Acredito(aliás, tenho certesa) que um dia vai aparecer alguém que vai fazer mudar de idéia eim? Eu sei que vc já deve estar cansada de ouvir isso mas é a pura verdade hauhuahuhah


BeijOkas imensas

Izabelle Nossa disse...

Oi, Cassita querida!
Meu comment não tem nada a ver com o post, é só para dizer que eu amei o novo layout do bloguito.
Beijo grande.

Carol Marques disse...

Eu tbm não sonho em casar não, ma queria usar o vestido, acho tão bonito!

Beijo.

Para honra e glória.

Para honra e glória.