terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Enfim acabou a novela da base

Enfim consegui encontrar uma base.
Depois de muito falar aqui, que tava sem base, que tava difícil escolher uma, perguntava daqui, dali e nada. Mas consegui achar uma e gostei muuuuuuuito. Mas isso não foi fácil.
Saí pra comprar a base, e estava determinada a comprar a da Tracta. Cheguei na loja, experimentei, tudo ok. O preço? R$26,90. Tá, queria uma coisa legal. Daí eu vejo a base da Vult. R$9,99. Fiquei meio assim, experimentei... Dois tons. E acabei trazendo.



Experimentando em casa, começo a achar que a base tava meio escura. Passei no rosto todo, reparei que a cobertura é beeeeem levinha, não cobria bem minhas manchinhas, tinha aquele cheirinho de maquiagem da vovó, mas tudo bem né. Com a base no rosto, peguei o espelho e fui no quintal me ver. Precisava de luz natural. Quando olho meu pescoço e meu ombro... Eles estavam beeeeeem mais claros que meu rosto. Entrei em pânico. Pensei logo em comprar a mais clara pra misturar uma na outra.
Fui pro Twitter e comecei a falar o que tinha me acontecido. Eis que a Flávia me ensinou a misturar a base com hidratante pra clarear. E deu muito certo. Mas eu achei que a pele ficava brilhando, por mais que o hidratante fosse oil free, e demorava um pouco pra secar. Mas mesmo assim, me maquiei e fui pra festa.
Acabei ficando com aquilo na cabeça, e resolvi investir numa base que todo mundo falava que era muito boa. A Dream Matte Mousse da Maybelline. Só que ficava com medo da cor. Errar de novo ia ser terrível. Fui na farmácia, vi que tinha dela e comprei. Até tinha provador, mas da cor que eu queria não tinha.



Comprei a cor Caramel. É a mais escura que tem no Brasil. No pote ela é bem marrom, mas no rosto achei que fica bem amarelada. E olha... Ficou perfeita. A cor deu certinho, cobriu as manchinhas sem me deixar mascarada, fora que é bem fácil de espalhar (espalhei com os dedos), e ainda aquele efeito bem mate, sequinho e parecia até que eu tinha usado pó. Bem... Assunto pó, fica pra ouro post.



Digo que a base foi uma compra perfeita. Paguei R$36,90 por ela. Visto que tem gente que já pagou até R$29,90. Achei cara... Mas foi um bom investimento. É minha base preferida no momento. Embora eu ainda namore a base da Mary Kay.
Aprovo e indico muuuuuuuuuuuito a base da Maybelline.

5 comentários:

Kerou disse...

ráaaaaa eu fiquei sabendo nessa novela via msn hahaha
chorei de rir com vc lembra??

que bom que acabou hoho


beijinhuss

Vanessa disse...

Cássia,

Na última sexta-feira, eu tbém comprei uma base mousse da Maybelline. Comprei na Renner e paguei o mesmo preço. Lá tinha um maquiador exclusivo da Maybelline, ele me maquiou e claro me ajudou na escolha da cor, que foi a sandy beige 1 light. Eu estou em love com esta base. Eu tbém comprei a Dior skin Forever, mas ela ainda não chegou. Vc sabe q. se eu tivesse comprado essa mousse antes, talvez nem tivesse encomendado a da Dior.

bjs

Vanessa

VanessaBatiista;* disse...

Eu gosto dessa da Vult, mas só uso durante o dia, pela cobertura dela ser quasenada, só pra uniformizar mesmo!

Pela noite uso a dior skin forever.. É muito boa, mas pelo preço só uso em doses homeopáticas!

Carol disse...

Eu tambem uso essa da Maybelline e adoro (mas acaba bem rapidinho eu achei).
O que eu faço pra clarear (e uniformizar) é passar, depois da base, uma camada de protetor solar (eu não confio no FPS das bases, e essa da Maybelline por exemplo, não tem FPS).
Bjo!

Cássia disse...

KEROU
Foi mesmo hahahahaha Eu te contando a longa história, com pausas pros palavrões e risadas hahahaha

VANESSA
Ain nem fala hein... A Dior deve ter sido cara pra caramba né?
Mas vai intercalando as 2. Já que comprou tem que usar hahahaha

VANESSA BATISTA
ain como vc é chic.
Realmente a da Vult é muuuuuuuuito leve.

Tbm não acredito nesses protetores que vem na maquiagem não. Dá certo passar por cima? Já ouvi falar em passar por baixo.... Antes da base.

Para honra e glória.

Para honra e glória.